Errei na perícia judicial, o que fazer? 2017-10-19T12:02:58+00:00

SIGA Rui Juliano na PERÍCIA JUDICIAL

Digite o seu e-mail para receber o conteúdo gratuito semanal de Rui Juliano. São e-books, infográficos, newsletter do mais experiente perito judicial.


Por que você deve se cadastrar?

Se a sua intenção é ser bem-sucedido como perito ou assistente técnico na Justiça, o conteúdo gratuito de Rui Juliano é a melhor orientação inicial.

Errei na perícia judicial, o que fazer?

 

Um cliente do livro Manual de Perícias, perito com bastante experiência, enviou e-mail, pedindo suporte técnico ao qual tinha direito, como todos os nossos clientes, não só de cursos, mas também do livro Manual de Perícias. Ele necessitava de uma orientação, no sentido de retratação de um laudo pericial.
O perito em questão havia sido nomeado em um processo no ano anterior, e os cálculos que fizera foram impugnados pelo advogado da parte e acatados pelo juiz. O resumo dos cálculos exposto no seu laudo não condizia com as planilhas que havia elaborado. Ele entregara o laudo com um resumo trocado – havia trocado a planilha Excel de uma perícia por outra.
Como o advogado da parte percebeu a inexatidão, contestou; o juiz aceitou a contestação e despachou, determinando que o perito refizesse o laudo. Este refez o laudo, mas gostaria de se retratar quanto ao engano cometido ou, ao menos, informar no processo o grosseiro erro, conforme ele mesmo relatou no e-mail, questionando a seguir: isso é possível ou ficará pior? ……

Para continuar lendo digite o seu e-mail abaixo: